for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Biden e primeiro-ministro canadense discutem coronavírus e mudanças climáticas

Biden e Trudeau em 2016 09/12/2016 REUTERS/Chris Wattie

OTTAWA (Reuters) - O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e o presidente-eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, conversaram nesta segunda-feira e discutiram assuntos com o coronavírus, as mudanças climáticas e a Otan.

“Já trabalhamos juntos no passado, e estamos prontos para retomar aquele trabalho e abordar os desafios e oportunidades que estão diante dos nossos dois países”, disse Trudeau em uma publicação no Twitter.

Trudeau, que foi um dos primeiros líderes mundiais a parabenizar Biden no sábado após o democrata garantir os votos eleitorais necessários para vencer a eleição presidencial da semana passada, muitas vezes teve uma relação irregular com o presidente Donald Trump.

Biden agradeceu Trudeau pelos parabéns e disse que está ansioso para trabalhar de perto com o Canadá para lidar com a pandemia de Covid-19, revitalizar os laços econômicos bilaterais, fortalecer a Otan e combater as mudanças climáticas, de acordo com uma nota da equipe de transição de Biden.

Trudeau também disse em seu tuíte que havia discutido com Biden o caso envolvendo dois canadenses detidos na China.

O primeiro-ministro afirmou estar confiante de que o governo de Biden reforçaria a mensagem à China de que sua política de detenção arbitrária de cidadãos estrangeiros não estaria funcionando.

Após a polícia canadense prender um importante executivo chinês seguindo um mandado de prisão dos EUA em 2018, o governo de Pequim aprisionou dois cidadãos canadenses e os acusou de espionagem.

((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))

REUTERS PF

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up