for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Líderes do sudeste asiático iniciam cúpula em meio a rivalidades entre potências

12/11/2020 VNA/Divulgação via REUTERS

HANÓI (Reuters) - Líderes do sudeste asiático iniciaram nesta quinta-feira uma cúpula multilateral na qual devem abordar as tensões no Mar do Sul da China e tratar de planos para uma recuperação econômica pós-pandemia em uma região na qual a rivalidade entre os Estados Unidos e a China vem aumentando.

Até agora, a Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) não foi “arrastada para o turbilhão” destas rivalidades e desafios ao sistema internacional multilateral, disse o primeiro-ministro do Vietnã, Nguyen Xuan Phuc, nos comentários de abertura da 37ª Cúpula da Asean em Hanói.

“Três quartos de um século se passaram desde o final da Segunda Guerra Mundial. A paz e a segurança mundiais, porém, ainda não são verdadeiramente sustentáveis”, disse Phuc, cujo governo ocupa a presidência do bloco de 10 membros.

A cúpula virtual também inclui reuniões entre a Asean e China, Índia, Japão, Coreia do Sul, Austrália e EUA.

Terão destaque na pauta as tensões no Mar do Sul da China, onde navios chineses têm se envolvido periodicamente em atritos com embarcações do Vietnã, da Malásia e da Indonésia agora que Pequim tenta impor suas reivindicações territoriais na rota marítima disputada.

O premiê chinês, Li Keqiang, prometeu que seu país “continuará a trabalhar com países da Asean no caminho do desenvolvimento pacífico para preservar a paz e a estabilidade na região”.

(Reportagem adicional de Phuong Nguyen and Neil Jerome Morales em Manila)

Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702 REUTERS AC

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up