for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Nova Jersey endurece restrições com disparada de Covid-19 nos EUA

Enfermeira colhe material para teste de coronavírus, em Newark, New Jersey 12/11/2020 REUTERS/Brendan McDermid

WASHINGTON (Reuters) - O governador do Estado norte-americano de Nova Jersey, Phil Murphy, anunciou nesta segunda-feira restrições mais rígidas para reuniões ao ar livre e em locais fechados, e mais Estados do país adotaram medidas para combater a disparada mais recente do coronavírus.

A partir de terça-feira, no máximo 10 pessoas poderão se reunir em locais fechados em Nova Jersey, e não mais 25. Em 23 de novembro, o limite para reuniões ao ar livre diminuirá de 500 para 150.

Mas serviços religiosos, casamentos e velórios continuarão a transcorrer segundo as regras atuais de 25% de capacidade do ambiente e até 150 pessoas, disse Murphy.

“Ficou pior e ficará pior”, disse o governador democrata do Estado do nordeste em uma entrevista ao canal MSNBC.

Como o total de infecções dos Estados Unidos ultrapassou a marca dos 11 milhões pouco mais de uma semana depois de chegar a 10 milhões, o menor período que o país levou para relatar um aumento de um milhão de casos desde o início da pandemia, Estados de toda o país readotaram as restrições para conter o vírus ressurgente, que está sobrecarregando muitos sistemas de saúde.

Quarenta Estados norte-americanos relataram aumentos recordes de casos de Covid-19 em novembro, vinte testemunharam um aumento recorde de mortes e 26 relataram um recorde de hospitalizações, de acordo com uma contagem da Reuters com base em dados de saúde pública.

Por Maria Caspani em Nova York e Doina Chiacu en Washington; reportagem adicional de Anurag Maan em Bengaluru, David Shepardson e David Lawder em Washington

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up