18 de Agosto de 2017 / às 22:00 / 4 meses atrás

Mercosul condena decisão da Assembleia Constituinte da Venezuela de "usurpar atribuições" do Parlamento

(Reuters) - Os quatro países fundadores do Mercosul condenaram nesta sexta-feira a decisão da Assembleia Constituinte da Venezuela de “usurpar atribuições da Assembleia Nacional”, que, de acordo com o bloco, é a única eleita democraticamente e é a “única e exclusiva titular do Poder Legislativo” no país.

“Com essa medida, restringe-se ainda mais o espaço para convívio institucional na Venezuela e agudizam-se os conflitos, em sentido oposto ao necessário restabelecimento da democracia”, afirma nota.

”Os países fundadores do Mercosul não reconhecem essa medida ou qualquer outra adotada pela Assembleia Constituinte, cuja convocação foi feita ao arrepio da ordem constitucional venezuelana.”

O Mercosul invocou a cláusula democrática do bloco e suspendeu a Venezuela no início deste mês. O país já estava suspenso por não ter se adequado às regras econômicas do bloco. Com a nova suspensão, a Venezuela só poderá voltar ao Mercosul com uma mudança na ordem democrática.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below