February 13, 2018 / 3:27 PM / 9 months ago

Governo da Síria rejeita comitê liderado pela ONU para alterar constituição

DAMASCO (Reuters) - O governo da Síria rejeitou nesta terça-feira esforços liderados pela Organização das Nações Unidas (ONU) para formar um comitê com o objetivo de reescrever a constituição do país, o principal resultado de um congresso de paz entre grupos sírios realizado na Rússia no mês passado.

“Como Estado, não temos obrigações nem temos relação com nenhum comitê que não seja formado, liderado e constituído por sírios”, disse Ayman Soussan, assistente do Ministério das Relações Exteriores da Síria, em uma coletiva de imprensa em Damasco.

“Não temos obrigações com nada que seja formado por lados estrangeiros, seja qual for seu nome ou estado, não temos obrigações com isso e não nos diz respeito”, acrescentou.

Em 30 de janeiro os participantes do congresso de Sochi, uma iniciativa de destaque entre os esforços de Moscou, aliada de Damasco, para encerrar a guerra, concordaram com a criação do comitê constitucional em Genebra e a realização de eleições democráticas na Síria.

O enviado da ONU à Síria, Staffan de Mistura, disse em Sochi que decidiria os critérios de escolha dos membros do comitê e selecionaria cerca de 50 pessoas do governo, da oposição e de grupos independentes.

O principal grupo oposicionista de negociação, que boicotou a reunião de Sochi, disse mais tarde que cooperaria com a formação do comitê constitucional desde que fosse sob os auspícios da ONU.

         (Por Kinda Makieh em Damasco)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below