April 5, 2018 / 12:16 AM / 6 months ago

EUA planejam sancionar oligarcas russos nesta semana, dizem fontes

Por John Walcott e Jonathan Landay

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos planejam sancionar oligarcas russos nesta semana sob uma lei mirando Moscou por envolvimento na eleição norte-americana de 2016, disseram fontes familiares à questão nesta quarta-feira, no que seria a ação mais agressiva até o momento contra a elite comercial do país.

A ação, que pode afetar pessoas próximas ao presidente Vladimir Putin, reflete o desejo de Washington de responsabilizar a Rússia por supostamente interferir na eleição – que Moscou nega – mesmo que o presidente dos EUA, Donald Trump, mantenha esperança de boas relações com Putin.

    Trump tem enfrentado críticas ferozes por fazer pouco para punir a Rússia por envolvimento na eleição e outras ações, e o procurador especial Robert Mueller está investigando se sua campanha conspirou com os russos, uma acusação que o presidente nega.

As sanções, que duas fontes disseram que serão anunciadas até quinta-feira, irão seguir a decisão dos EUA de 15 de março de sancionar 19 pessoas e cinco entidades, incluindo serviços da inteligência da Rússia, por ataques cibernéticos indo até ao menos dois anos.

    Embora as medidas tenham sido as mais significativas tomadas contra Moscou desde que Trump assumiu, em 2017, sua decisão na época de não mirar oligarcas e autoridades governamentais próximas a Putin gerou críticas de parlamentares dos EUA de ambos os partidos.

As ações desta semana irão incluir sanções contra oligarcas russos, incluindo alguns com laços com Putin, assim como com o governo russo, de acordo com duas autoridades norte-americanas informadas sobre as deliberações.

    Quatro fontes disseram que as sanções serão impostas sob o Ato de Contra-Atacar Adversários da América Através de Sanções, também conhecido como CAATSA, que foi aprovado por republicanos e democratas que buscam punir a Rússia pela anexação da Crimeia em 2014, envolvimento na guerra civil síria e envolvimento na eleição presidencial norte-americana de 2016.

    A Casa Branca e o Tesouro se negaram a comentar se planejam impor sanções nesta semana.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below