June 4, 2018 / 6:07 PM / 5 months ago

Homem-bomba deixa 14 mortos no Afeganistão após clérigos proibirem atentados suicidas

Policial em local de ataque suicida em Cabul 04/06/2018 REUTERS/Omar Sobhani

CABUL (Reuters) - Um homem-bomba em uma moto matou 14 pessoas perto de um encontro de clérigos muçulmanos em Cabul depois que os religiosos emitiram uma fátua contra atentados suicidas, disseram autoridades do Afeganistão, no mais recente em uma série de ataques a atingir a capital afegã.

A bomba foi detonada na entrada de uma grande tenda, perto de prédios residenciais no oeste de Cabul, depois que a maior parte dos clérigos havia saído, segundo testemunhas. Moradores da área choravam enquanto se reuniam com suas famílias.

A bomba matou sete clérigos, quatro seguranças e três pessoas cujas identidades eram desconhecidas, de acordo com uma autoridade do governo.

Nenhum grupo reivindicou responsabilidade de imediato pelo ataque.

O Taliban, que luta para restaurar a rígida lei islâmica após sua destituição por tropas lideradas pelos Estados Unidos em 2001, negou envolvimento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below