June 9, 2018 / 3:09 PM / 4 months ago

Ex-ministra catalã não está muito otimista com negociações com governo espanhol

ABERDEEN, Escócia (Reuters) - A formação de um governo socialista na Espanha gerou uma nova chance de diálogo sobre o status da Catalunha, disse a ex-ministra catalã Clara Ponsati neste sábado, mas ela não estava excessivamente otimista.

Ponsati, professora da Universidade de St. Andrews, na Escócia, é uma das diversas ex-lideranças do governo regional da Catalunha espalhadas pela Europa que está lutando para evitar a extradição para a Espanha por suposta rebelião violenta e peculato.

As acusações são relacionadas à organização de um referendo independente que visava separar a rica região nordeste da Espanha em outubro passado, considerada ilegal sob uma Constituição que apenas reconhece a Espanha como nação.

“(O governo espanhol) tem uma grande oportunidade de mudar sua estratégia, mas honestamente eu não estou extremamente otimista”, disse ela à Reuters no intervalo da Conferência do Partido Nacional Escocês (SNP, na sigla em inglês).

O SNP apoia a independência escocesa em relação ao Reino Unido e considera a secessão catalã uma causa irmã.

“Tudo é um passo adiante, ter (o primeiro-ministro Mariano) Rajoy fora de cena é um passo adiante, mas temos um conflito sobre auto-determinação e precisamos enfrentá-lo”, disse ela.

Reportagem de Elisabeth O'Leary

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below