June 9, 2018 / 5:44 PM / 4 months ago

Talibã afegão gera esperanças com cessar-fogo surpresa durante feriado Eid

CABUL (Reuters) - O Talibã afegão anunciou neste sábado um cessar-fogo surpresa de três dias durante o feriado muçulmano Eid no meio de junho, na primeira oferta do tipo, dias após o governo declarar um cessar-fogo incondicional por conta própria.

Os militantes disseram que forças estrangeiras poderiam ser excluídas do cessar-fogo e que operações contra elas continuariam. Eles também disseram que se defenderiam contra quaisquer ataques.

“Membros do Talibã não deveriam participar de reuniões públicas durante as festividades do Eid, pois o inimigo pode nos alvejar”, disseram eles em comunicado.

O palácio presidencial saudou o anúncio e disse esperar que leve à paz duradoura. Omar Zakhilwal, embaixador do Afeganistão no vizinho Paquistão, descreveu o anúncio como um “passo importante em direção às perspectivas de paz”.

“Espero que o prazer de não derramar sangue afegão durante o Eid se torne tão grande que o resto do ano também seja declarado Eid Afegão”, disse ele no Twitter.

O Talibã atacou postos de segurança no distrito de Zawul, a oeste da província de Herat, na sexta-feira a noite, matando 17 tropas e ferindo diversas pessoas, disse Jelani Farhad, porta-voz do governador da província.

Não ficou claro exatamente quando o cessar-fogo começaria, enquanto o Eid começa quando a lua é vista pela primeira vez, mas o calendário afegão marca a sexta-feira de 15 de junho como o fim do Ramadã.

O Eid é o maior festival do calendário muçulmano, quando famílias visitam as casas umas das outras, aproveitam um banquete e, no Afeganistão, visitam os túmulos de entes queridos. O Talibã, buscando impor novamente a severa lei islâmica após terem sido expulsos em 2001 pelas tropas lideradas pelos EUA, já lançaram ataques durante o Eid no passado.

“Em três dias, talvez a unidade dos insurgentes do Talibã seja colocada à prova”, disse um diplomata europeu à Reuters. “Se diferentes facções não aceitarem o cessar-fogo, então os ataques continuarão.”

Reportagem de Rupam Jain e Hamid Shalizi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below