August 19, 2018 / 5:18 PM / a month ago

Irã diz que nenhum membro da Opep pode assumir sua participação em exportação de petróleo

LONDRES (Reuters) - O Irã disse neste domingo que nenhum país da Opep deveria ter a permissão de assumir a participação de outro membro das exportações de petróleo, expressão a preocupação de Teerã sobre a oferta da Arábia Saudita de produzir mais petróleo diante das sanções norte-americanas sobre as vendas iranianas.

Em uma reunião com o secretário-geral da Opep, Mohammad Barkindo, um diplomata sênior iraniano pediu que ele mantivesse o grupo de fora de políticas.

“Nenhum país tem permissão de assumir a fatia de outros membros para produção e exportação de petróleo sob nenhuma circunstância e a Conferência Ministerial da Opep não emitiu nenhuma licença para tais ações”, disse Kazem Gharibabadi, enviado permanente às organizações internacionais de Viena, segundo a agência de notícias do ministério do petróleo do Irã, SHANA.

Em maio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou um acordo nuclear internacional e anunciou sanções contra o membro da Opep. Washington está pressionando aliados a cortar suas importações de petróleo iraniano para zero e vai impor uma nova rodada de sanções sobre vendas de petróleo iraniano em novembro.

Trump pediu que a Opep produza mais petróleo para baixar os preços. Ministros de Energia da Arábia Saudita, um aliado dos EUA, e da Rússia disseram em maio que estavam preparados para amenizar cortes de produção para acalmar preocupações de consumidores com a oferta.

“O Irã acredita que a Opep deveria apoiar fortemente seus membros nesta fase e parar as parcelas de países tentando politizar esta organização”, disse Gharibabadi.

O vice-presidente do Irã disse domingo que o governo estava buscando soluções para vender petróleo e transferir suas receitas a despeito das recentes sanções dos EUA.

Em agosto, Washington impôs sanções sobre a aquisição de dólares pelo Irã e sobre sua negociação em ouro e metais preciosos. Washington vai impor novamente em 4 de novembro sanções sobre exportações de petróleo do Irã e sobre o setor bancário.

“Nós temos esperança de que os países europeus poderão manter seus compromissos, mas mesmo que não consigam, nós estamos buscando soluções para vender nosso petróleo e transferir suas receitas”, disse Eshaq Jahangiri, segundo a agência de notícias estatal IRNA.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below