August 22, 2018 / 12:18 AM / 4 months ago

Milhares de argentinos protestam para pedir retirada de imunidade de Cristina Kirchner

Argentinos fazem protesto contra Cristina Kirchner em Buenos Aires 21/8/2018 REUTERS/Marcos Brindicci

BUENOS AIRES (Reuters) - Dezenas de milhares de argentinos protestaram nesta terça-feira diante do Congresso para pedir ao Senado que retire a imunidade da parlamentar e ex-presidente Cristina Kirchner, investigada por acusações de pagamento de propina durante seu governo.

A mobilização foi convocada pelas redes sociais sob o slogan “Desafuero y allanamiento a CFK”, um dia antes de a Câmara decidir se registros de suas propriedades serão permitidos.

Pessoas carregando faixas, malas ou bolsas - símbolos da má gestão que supostamente ocorreu durante a Presidência de Cristina - também pediram a aprovação da lei de Extinção de Domínio, que será discutida na quarta-feira, para que as perdas causadas por corrupção possam ser recuperadas.

Para poder registrar as propriedades da ex-presidente, a Justiça precisa da aprovação do Senado, que também deve decidir se tira a imunidade, caso o juiz Claudio Bonadio - que conduz a investigação - peça no futuro a prisão da atual senadora.

Cristina disse nesta terça-feira que aceitará o que a câmara decidir.

“Deve ser esclarecido que esta decisão não implica em validar a irracionalidade das medidas ordenadas por Bonadio em sua cruzada persecutória contra mim”, afirmou ela em carta.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below