August 23, 2018 / 12:06 AM / a month ago

Peru pode conceder visto humanitário a venezuelanos vulneráveis ​​que não têm passaporte

LIMA (Reuters) - O Peru informou nesta quarta-feira que pode conceder vistos humanitários para os venezuelanos em situações vulneráveis, como crianças, idosos e mulheres grávidas que não têm passaporte, dias depois que o governo decidiu endurecer as exigências para entrar no país.

Primeiro-ministro peruano, César Villanueva, conversa com a mídia estrangeira em Lima 05/06/2018 REUTERS/Mariana Bazo

Os venezuelanos terão que mostrar passaportes para ingressar no Peru a partir de sábado, quando uma nova norma que exige esses documentos entra em vigor para imigrantes que fogem de seu país, oprimidos por uma grave crise econômica.

O primeiro-ministro, César Villanueva, afirmou que a medida de solicitação do passaporte não implica “fechar as portas”, mas ter um melhor controle migratório, porque os documentos de identidade que os venezuelanos mostram agora para entrar no país não fornecem todas as informações necessárias.

“Por decisão expressa do presidente (Martín) Vizcarra vamos contemplar as questões das crianças, mulheres que estão em processo de gestação, idosos, terão um tratamento atencioso em relação a essas exigências que estamos tomando”, disse Villanueva em conferência de imprensa.

O ministro do Exterior peruano, Néstor Popolizio, afirmou em uma reunião com um grupo de jornalistas na noite de terça-feira que o visto humanitário seria aplicado em casos “excepcionais”, para não deixar crianças ou idosos sem passaporte desamparados.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below