August 27, 2018 / 8:51 PM / 3 months ago

Escândalo de corrupção na Argentina toma rumo tóxico, diz advogado de Cristina Kirchner

Policiais fazem operação na residência de Cristina Kirchner em Buenos Aires 23/8/2018 REUTERS/Marcos Brindicci

BUENOS AIRES (Reuters) - O escândalo que começou com uma ex-autoridade argentina escondendo dinheiro em um convento e se aprofundou quando registros de supostos pagamentos de propina foram publicados tomou um novo rumo nesta segunda-feira com acusações de um advogado da ex-presidente Cristina Kirchner de que um closet no apartamento dela pode ter sido contaminado por um substância tóxica.

Mais de uma dúzia de executivos de companhias de construção e autoridades do governo Cristina Kirchner foram presas como resultado de uma investigação de corrupção. O escândalo ameaça deteriorar a economia argentina em apuros e atormentar a eleição presidencial do ano que vem.

    Investigadores realizaram busca no apartamento de Cristina em Buenos Aires na semana passada. Ela publicou nesta segunda-feira em sua página no Facebook um comunicado de seu advogado dizendo que funcionários domésticos que limparam seu closet após as buscas ficaram misteriosamente doentes.

“Uma situação extraordinariamente grave surgiu na residência”, disse o advogado Carlos Alberto Beraldi em comunicado.

Ele descreveu que funcionários da limpeza foram de repente assolados por “tonturas, fortes coceiras na garganta e olhos e dificuldades de respiração”. O comunicado dizia que os funcionários foram tratados em hospital.

    “Foi verificado que as doenças foram causadas por contato com uma substância tóxica e foi recomendado evitar reexposição ao mesmo ambiente”, segundo o comunicado.

    “Por esta razão, minha cliente decidiu não retornar ao apartamento até que haja uma inspeção do local e dos itens que foram alvos de manipulação durante a operação de busca.”

    Uma porta-voz do governo se negou a comentar. Cristina Kirchner nega qualquer ato irregular e diz estar sendo perseguida pelo presidente Mauricio Macri. Os dois podem se enfrentar na eleição presidencial do ano que vem.

Reportagem adicional de Eliana Raszewski e Walter Bianchi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below