August 28, 2018 / 6:43 PM / 22 days ago

Peru declara emergência na fronteira norte por imigração de venezuelanos

LIMA (Reuters) - O governo do Peru declarou nesta terça-feira que vários distritos na fronteira com o Equador estão em situação de emergência por “perigo iminente” para a saúde devido ao fluxo maciço de venezuelanos que fogem de uma crise econômica e humanitária em seu país.

Venezuelanos em centro de fronteira do Peru, na divisa com Equador, em Tumbes 25/8/2018 REUTERS/Douglas Juarez

A emergência por 60 dias, em um decreto assinado pelo presidente Martín Vizcarra, foi declarada para os distritos de Aguas Calientes, Zarumilla e Tumbes, que foram inundados nos últimos dias por venezuelanos, antes do início da exigência de passaporte, na semana passada.

Cerca de 420 mil venezuelanos estão no Peru, quatro vezes mais do que no ano passado, segundo o escritório de migrações do país.

O êxodo da Venezuela, que soma 2,3 milhões de pessoas, aproxima-se de um período comparável à crise dos refugiados no Mediterrâneo, segundo a Organização das Nações Unidas.

Representantes de Colômbia, Equador e Peru se reunirão esta semana em Bogotá para buscar respostas para a crise.

Reportagem de Marco Aquino

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below