September 2, 2018 / 6:37 PM / 23 days ago

Corpo de McCain chega a Annapolis para enterro após uma semana de homenagens

ANNAPOLIS (Reuters) - O corpo de John McCain chegou neste domingo à Academia Naval dos Estados Unidos, onde o herói da guerra do Vietnã, senador pelo Arizona e candidato presidencial será enterrado em um cemitério no terreno da escola onde ele se graduou há seis décadas.

Multidões se reuniram ao longo do caminho para Annapolis, percorrido por uma carreada levando o corpo de McCain. Em um ponto da rota, uma enorme bandeira americana estava pendurada entre dois guindastes numa ponte.

Família e amigos, bem como a classe acadêmica de 1958 e atual Brigada de Cadetes, planejam celebrar McCain, que morreu em 25 de agosto aos 81 anos, na capela da Academia Naval.

McCain será enterrado próximo a seu colega de curso e amigo, almirante Chuck Larson, ex-titular do Comando do Pacífico, que morreu em 2014, de acordo com a família McCain.

Entre aqueles que faziam tributo a McCain durante o serviço privado neste domingo serão seus filhos Jack e Don, o general reformado do Exército David Petraeus e o senador Lindsey Graham, um amigo e aliado político de longa data. O presidente Donald Trump não vai participar.

McCain, uma presença constantemente imposta por décadas nas políticas de defesa e de relações exteriores dos Estados Unidos, foi homenageado pelos ex-presidentes Barack Obama e George W. Bush, bem como por sua filha, Meghan McCain numa cerimônia em Washington na véspera.

Sem citar Trump, a filha de McCain, Bush e Obama criticaram o atual presidente, que brigou com o senador e ironizou seu serviço militar.

Durante as cerimônias em Washington e Annapolis, Trump estava em seu campo particular de golfe na Virgínia.

Graham, falando na CNN neste domingo, falou sobre o enterro de McCain: “Eu vou tentar focar no fato de que eu vou admitir o que eu perdi. Não posso pensar em nada que eu tenha feito em política com consequências, qualquer causa em que me engajei, que John não estivesse lá, em que eu não era seu co-piloto.”

Joseph Lieberman, um ex-senador dos EUA, disse na CNN, “direi adeus e meu coração ficará pesado. Eu vou chorar e mesmo assim vou agradecer a Deus por ter conhecido tão bem um homem como John McCain.”

Por Warren Strobel em Annapolis e Yasmeen Abutaleb em Washington

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below