September 7, 2018 / 7:47 PM / 13 days ago

Obama acusa Trump e republicanos de "abuso de poder" e pede a democratas que votem

(Reuters) - O ex-presidente norte-americano Barack Obama atacou o presidente Donald Trump e os Republicanos nesta sexta-feira, instando os democratas a promoverem um controle vital seus “abusos de poder” e restaurar um senso de sanidade para a política votando nas eleições de novembro.

Em um ataque incomum a seu sucessor, Obama disse que os norte-americanos estão vivendo tempos perigosos e acusou os republicanos de ameaçarem a democracia dividindo o país, minando alianças globais e se aproximando da Rússia.

“Em dois meses nós temos a chance de restaurar algum semblante de sanidade para nossa política”, disse num discurso na Universidade de Illinois em Urbana-Campaign. “Há somente um controle a abusos de poder e é você e seu voto.”

Ambos os partidos estão pedindo a seus principais apoiadores para irem às urnas em 6 de novembro para as eleições, quando os Democratas precisam conquistar 23 assentos na Câmara dos Deputados e dois assentos no Senado para ganhar a maioria no Congresso e frear a agenda de Trump.

Obama, que tem frustrado alguns democratas por manter uma postura relativamente discreta desde que deixou a Casa Branca, em janeiro de 2017, acusou os republicanos de terem má vontade para proteger a democracia e controlar as políticas de Trump ou seus piores instintos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below