September 13, 2018 / 11:47 AM / 3 months ago

Gigantesco furacão Florence ruma para a Costa Leste dos EUA

WILMINGTON, Estados Unidos (Reuters) - O furacão Florence chegou mais perto da Costa Leste dos Estados Unidos na manhã desta quinta-feira, provocando ventos dignos de uma tempestade tropical que ameaçam a região com enchentes e chuvas torrenciais possivelmente catastróficas ao longo de centenas de quilômetros.

Mensagem escrita em barreira de proteção montada antes da chegada do furacão Florence em Oak Island, na Carolina do Norte 12/09/2018 REUTERS/Carlo Allegri

O centro do Florence, não mais classificado como um grande furacão mas ainda representando uma ameaça grave a vidas e propriedades devido a seu enorme tamanho, deve atingir o litoral sul da Carolina do Norte na sexta-feira, depois seguir para o sudoeste e rumar para o continente no sábado, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC).

Os ventos contínuos máximos chegaram a 175 km/h nesta quinta-feira, quando ele foi rebaixado para a categoria 2 da escala Saffir-Simpson que tem 5 graus.

Mas o NHC também disse que os ventos de tempestade tropical cobrem uma distância de até 315 quilômetros a partir do centro do furacão, deixando um trecho do litoral leste dos EUA vulnerável porque grande parte deste se encontra em terras baixas, e se estendem pela Geórgia na direção norte, atravessando as Carolinas e entrando na Virgínia.

“O tempo para se preparar está quase no fim”, alertou o governador da Carolina do Norte, Roy Cooper, em uma coletiva de imprensa no início da manhã. “O desastre está em nossa porta e vai entrar”.

Estima-se que, no total, 10 milhões de pessoas moram em áreas que devem receber alertas de furacão ou tempestade, segundo o Centro de Previsões Meteorológicas dos EUA.

Além de inundar a costa com marés de tempestade de até quatro metros de altura ao longo do litoral da Carolina, o Florence pode provocar de 51 a 76 centímetros de chuvas e até um metro em partes da Carolina do Norte, informou o NHC.

Em Genebra, a Organização Meteorológica Mundial previu que as marés podem ser ainda mais altas.

“Acreditamos que veremos o nível dos mares subir até seis metros e chuvas que equivalem à precipitação anual em um dia”, disse seu secretário-geral, Petteri Taalas, em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira.

Mais de 1 milhão de pessoas receberam ordem de retirada no litoral das Carolinas e da Virgínia. Dezenas de milhares de casas e negócios podem ser inundados só na Carolina do Norte, alertou o governador Cooper.

Declarações de emergência estavam em vigor na Carolina do Sul, Carolina do Norte, Virgínia, Maryland e no distrito de Columbia.

Por Brendan O'Brien, em Milwaukee; Reportagem adicional de Stephanie Nebehay, em Genebra

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below