September 25, 2018 / 11:24 AM / 3 months ago

Navio de resgate de imigrantes Aquarius não poderá atracar em porto francês, diz ministro

Mãos de imigrantes são vistas a bordo do navio MV Aquarius, em Malta 15/08/2018 REUTERS/Guglielmo Mangiapane

PARIS (Reuters) - A França não está pronta no momento para deixar o navio de resgate de imigrantes Aquarius atracar no porto de Marselha e desembarcar dezenas de imigrantes salvos no Mediterrâneo, informou o ministro francês das Finanças nesta terça-feira.

“No momento é ‘não’”, disse Bruno Le Maire quando indagado pela BFM TV se o governo francês está disposto a responder afirmativamente a um pedido de permissão feito por instituições de caridade para aportar com 58 pessoas a bordo no porto do sul do país.

Le Maire disse que, segundo as leis europeias, os navios devem atracar no porto mais próximo, e Marselha não o era.

“Nas questões de migração, o assunto deve ser tratado de forma firme e clara, e as regras europeias respeitadas”, disse o ministro.

O Aquarius 2 é a única embarcação de resgate operada por instituições de caridade ainda ativa na área do centro do Mediterrâneo, salvando imigrantes que em muitos casos tentam ir da Líbia para a Europa.

As instituições de caridade, cujos barcos já haviam sido barrados em portos da Itália recentemente, sofreram um grande contratempo na segunda-feira quando autoridades do Panamá revogaram o registro do Aquarius.

Por Brian Love

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below