September 26, 2018 / 3:28 PM / a month ago

Trump acusa China de tentar interferir em eleições legislativas dos EUA

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou nesta quarta-feira a China de tentar interferir nas eleições legislativas de 6 de novembro nos Estados Unidos, afirmando que Pequim não quer que o governista Partido Republicano tenha um bom resultado na eleição devido à sua posição em questões comerciais.

Presidente dos EUA, Donald Trump, fala durante reunião do Conselho de Segurança da ONU 26/09/2018 REUTERS/Eduardo Munoz

“A China tem tentado interferir em nossa eleição de 2018, em novembro. Contra o meu governo”, disse Trump durante reunião do Conselho de Segurança da ONU, cujo tema oficial era a não proliferação de armas de destruição em massa e o Irã.

Trump não forneceu qualquer evidência para sua acusação. A China não respondeu de imediato à declaração de Trump, que estava presidindo a reunião do Conselho de Segurança.

“Eles não querem que eu vença porque eu sou o primeiro presidente a desafiar a China no comércio, e nós estamos ganhando no comércio, estamos ganhando em todos os níveis. Nós não queremos que eles intervenham ou interfiram nas nossas eleições”, disse.

Trump não concorre nas eleições deste ano e só enfrentará novamente as urnas pessoalmente em 2020, mas a eleição de novembro vai determinar se o governista Partido Republicano poderá manter o controle da Câmara dos Deputados e do Senado.

Reportagem de Yara Bayoumy, Steve Holland e Michelle Nichols

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below