September 26, 2018 / 9:53 PM / 3 months ago

Suspeito de envenenamento com agente nervoso seria coronel russo

Policiais fazem guarda do lado de fora da casa de Sergei Skripal em Salisbury, na Inglaterra19/07/2018 REUTERS/Hannah McKay

LONDRES (Reuters) - A real identidade de um dos homens procurados pelo Reino Unido pelo ataque com um agente nervoso sobre o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha é Anatoliy Vladimirovich Chepiga, de acordo com relatos da imprensa nesta quarta-feira que dão conta de que ele seria um coronel russo condecorado. 

No início do mês, procuradores britânicos acusaram dois russos - Alexandre Petrov e Ruslan Boshirov - de tentativa de assassinato pelo envenenamento dos Skripals por Novichok na cidade de Salisbury, no sul da Inglaterra, em março, mas disseram acreditar que os suspeitos talvez tivessem usado nomes falsos para entrar na Inglaterra. 

O Daily Telegraph e a BBC disseram que o nome real de Boshirov era Chepiga, citando reportagem investigativa do Bellingcat, um website que cobre assuntos de Inteligência. Duas fontes europeias de Segurança familiarizadas com a investigação do Skripal disseram que os detalhes eram precisos. 

A Rússia nega qualquer envolvimento no envenenamento, e os dois homens já disseram que eram apenas turistas que foram a Londres por diversão e teriam visitado Salisbury para conhecer sua catedral. 

O governo britânico sabe as reais identidades dos dois, disseram fontes próximas à investigação. 

O The Telegraph reportou que Chepiga, de 39 anos, teria servido nas guerras da Chechênia e da Ucrânia, e foi condecorado como Herói da Federação Russa por decreto do presidente Vladimir Putin em 2014. 

A polícia metropolitana, que investiga o envenenamento, e o Departamento de Relações Exteriores se negaram a comentar as reportagens. Mas o ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, pareceu confirmar sua veracidade no Twitter. 

“A verdadeira identidade de um dos suspeitos de Salisbury foi revelada como a de um coronel russo. Eu gostaria de agradecer a todos que estão trabalhando sem descanso neste caso”, disse Williamson em uma publicação no Twitter, que depois foi deletada sem explicação. 

Reportagem de Alistair Smout e Mark Hosenball, reportagem adicional de Alistair Smout

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below