October 6, 2018 / 1:44 PM / 12 days ago

Escoteira está entre 34 mortos encontrados em atoleiro gerado por terremoto na Indonésia

PALU, Indonésia (Reuters) - Mais de uma semana depois de um forte terremoto atingir a costa oeste da ilha Sulawesi, na Indonésia, membros de equipes de resgate estavam focados neste sábado no que parece ser uma longa e difícil busca por corpos, muitos enterrados em atoleiros de destroços e lama.

O presidente Joko Widodo disse que todas as vítimas do terremoto de magnitude 7,5 e do tsunami que aconteceram em 28 de setembro devem ser encontradas.

O número oficial de mortes decorrentes do tremor e do tsunami subiu para 1.649, mas certamente irá aumentar.

A maior parte dos mortos foi encontrada no principal centro urbano da região, a pequena cidade de Palu. Números de áreas remotas, algumas reconectadas recentemente ao mundo exterior através de estradas, ainda estão sendo divulgados.

Não se sabe quantas pessoas morreram quando o tremor provocou liquefação do solo, um fenômeno que transforma a consistência do solo em um líquido grosso.  Comunidades no sul de Palu foram especialmente atingidas com força.

A agência nacional de desastres diz que apenas em um bairro 1.700 casas foram engolidas. Muitas centenas de pessoas estão sepultadas em lama de secagem lenta, repleta de destroços e veículos.

No bairro de Balaroa, em Palu, membros de equipes de resgate encontraram 34 corpos neste sábado e os colocaram em uma fila de sacos azuis e laranjas, entre eles Dede Aulianisa, de 10 anos.

Parentes reconheceram a menina por conta da roupa que vestia quando o terremoto aconteceu.

No bairro vizinho de Petobo, uma equipe de especialistas franceses iniciou buscas em partes dos destroços, procurando mãos, pés ou quaisquer partes de vítimas que estivessem para fora da lama.

Arnaud Allibert e quatro outros membros do grupo Pompiers Humanitaires Français foram os primeiros socorristas a entrar nesta área.

A equipe irá escavar destroços e tentar encontrar corpos na superfície para abrir espaço para escavadeiras cavarem mais fundo.

Allibert disse que irá demorar para encontrar todos os corpos.

“Pode levar 4 a 5 meses para remover todo o solo, e isto com as escavadeiras”, disse. “As escavadeiras não podem retirar grandes quantidades de solo porque há corpos debaixo, você tem que raspar a terra cuidadosamente.”

Reportagem adicional de Fergus Jensen, em Palu, Hannibal Hanschke, Jessica Damiana, em Jacarta, Kanupriya Kapoor, Ton Allard, em Sirenja

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below