October 7, 2018 / 7:03 PM / 2 months ago

Presidente eleito do México considera legalizar algumas drogas

Presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador 06/10/2018 REUTERS/Alan Ortega

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador, disse neste domingo que consideraria a legalização de certas drogas como parte de uma estratégia mais ampla de combate à pobreza e ao crime.

Falando no Estado de Zacatecas, López Obrador disse que uma proposta recente do ministro da Defesa do país, que apoiou a legalização do ópio para uso medicinal, era importante e que ele não descartaria nada.

“É importante o que ele propôs”, disse López Obrador. “Deve haver uma abordagem abrangente para o terrível problema da insegurança e da violência.”

López Obrador, que toma posse no dia 1º de dezembro, disse neste domingo que também procuraria pagar mais aos agricultores pelo milho, como forma de dissuadi-los de plantar sementes de papoula.

Desde 2006 o México tem estado envolvido em uma batalha liderada pelos militares contra os cartéis de tráfico de drogas, que agora se dividiram em grupos menores que lutam por rotas de tráfico e território para vender as drogas. Os homicídios atingiram um recorde em 2017, segundo dados oficiais.

O presidente eleito realizou conversas sobre violência e discutiu uma potencial anistia para traficantes de drogas não violentos e agricultores. Membros de sua equipe já haviam dito que o México avaliaria a criação de mercados legais para a maconha e o ópio.

Por Redação Cidade do México

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below