October 17, 2018 / 11:14 AM / 2 months ago

Pompeo encontra Erdogan após conversar com sauditas sobre jornalista desaparecido

Presidente turco, Tayyip Erdogan, recebe o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo 17/110/2018 Murat Cetinmuhurdar/Presidência/Divulgação via Reuters

ANCARA (Reuters) - O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, se encontrou com o presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, em Ancara, nesta quarta-feira, depois de conversar com o rei e o príncipe herdeiro da Arábia Saudita sobre o desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi.

O presidente dos EUA, Donald Trump, que enviou seu principal diplomata para tratar da crise, deu o benefício da dúvida à Arábia Saudita no tocante ao desaparecimento de Khashoggi, apesar de parlamentares norte-americanos terem apontado o dedo para a liderança saudita e da pressão ocidental para Riad fornecer respostas.

O ministro de Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, disse que Pompeo levaria informações sobre o caso a Ancara duas semanas depois de Khashoggi desaparecer quando visitava o consulado saudita de Istambul para obter documentos para seu futuro casamento.

Autoridades turcas disseram acreditar que Khashoggi —um crítico destacado do príncipe herdeiro da coroa saudita, Mohammed bin Salman— foi assassinado e que seu corpo foi removido. Fontes da Turquia disseram à Reuters que as autoridades têm uma gravação de áudio indicando que Khashoggi foi morto dentro do consulado.

Os sauditas negaram com firmeza as acusações, mas veículos da mídia dos EUA noticiaram que estes reconhecerão que Khashoggi foi morto durante um interrogatório mal-sucedido. Trump especulou que “assassinos particulares” podem ser responsáveis, mas não ofereceu indícios que apóiem essa teoria.

Depois de se encontrar com o rei Salman e o príncipe herdeiro na terça-feira, Pompeo disse a repórteres que a Arábia Saudita se comprometeu a realizar uma investigação completa sobre o sumiço de Khashoggi.

Como o príncipe herdeiro, muitas vezes chamado de MbS, saíra do caso Khashoggi é um teste de como o Ocidente lidará com Riad no futuro. O que está em questão é até que ponto o Ocidente acredita que a responsabilidade por Khashoggi é do líder jovem e poderoso.

“Em cada uma destas reuniões eu enfatizei a importância de eles realizarem uma investigação completa sobre o desaparecimento de Jamal Khashoggi. Eles se comprometeram a fazê-lo”, disse Pompeo a repórteres que viajavam com ele depois de embarcar no avião para Ancara.

“Eles disseram que será uma investigação meticulosa, completa e transparente. Eles indicaram que entenderam que (devem) fazê-lo de maneira oportuna e rápida para poderem começar a responder perguntas importantes”.

Reportagem adicional de Makini Brice e Lesley Wroughton

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below