October 21, 2018 / 2:24 PM / 2 months ago

Centenas de milhares vão às ruas de Londres para pedir novo referendo do Brexit

Por Andrew MacAskill e Amanda Ferguson

Manifestantes em Londres pedem novo referendo contra Brexit REUTERS/Henry Nicholls

LONDRES/BELFAST (Reuters) - Centenas de milhares de pessoas favoráveis à União Europeia marcharam pelas ruas de Londres no sábado na maior manifestação até agora para pedir que o governo britânico promova mais uma consulta pública sobre os termos do Brexit.

Os manifestantes levaram as bandeiras azuis e douradas da UE e faixas com a frase “Bollocks to Brexit” (algo como “dane-se o Brexit”) sob o céu ensolarado da capital inglesa, pedindo mais um referendo sobre o eventual acordo sobre como o Reino Unido deixará o maior bloco comercial do mundo.

A manifestação aconteceu depois de mais uma semana tumultuada para a primeira-ministra, Theresa May, que ainda não conseguiu chegar ao tal acordo de divórcio com os líderes da UE em Bruxelas, e ainda enfureceu os membros de seu próprio partido ao fazer novas concessões nas negociações.

Com pouco mais de cinco meses até a saída do Reino Unido do bloco, ainda não há clareza sobre como serão os novos acordos com a UE, e alguns rebeldes do partido Conservador de May ainda ameaçam reprovar um acordo atingido por ela numa eventual votação.

James McGrory, um dos organizadores da manifestação, disse que os eleitores deveriam ter a chance de mudar de ideia, já que a decisão irá impactar suas vidas por gerações.

“O povo acredita que as negociações do Brexit são uma bagunça total, não temos fé que o governo vá entregar as promessas que foram feitas, em parte por que elas não podem ser cumpridas”, disse.

No protesto, manifestantes seguraram cartazes com os dizeres “Brexit já era”, “Hora de uma virada para a UE”, e “Europeus com orgulho”.

Organizadores dizem que 700 mil pessoas participaram da marcha, o que faria dela a maior no Reino Unido desde uma manifestação contra a Guerra no Iraque em 2003.

A campanha do “Voto do Povo”, que inclui vários grupos pró-UE, disse ter representantes em intervalos regulares para estimar o tamanho do público. A polícia não informou uma estimativa independente do número de participantes.

Os manifestantes se reuniram originalmente perto do Hyde Park e passaram pela residência oficial da primeira-ministra, Downing Street, e terminaram o ato do lado de fora do parlamento, onde ouviram políticos de todos os principais partidos políticos.

O referendo de 2016 teve 52 por cento dos votos a favor da saída da União Europeia. Mas os dois últimos anos foram politicamente tensos, com o governo se esforçando para acertar um plano de saída, e temendo sair do bloco sem um acordo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below