October 25, 2018 / 9:23 PM / 2 months ago

Projeto de dispositivos enviados a críticos de Trump veio da internet, diz fonte

Membro do esquadrão anti-bombas da polícia de Nova York do lado de fora do prédio da Time Warner 24/10/2018 REUTERS/Kevin Coombs

WASHINGTON (Reuters) - Investigadores acreditam que o projeto e instruções para a construção de bombas enviadas a vários críticos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foram retirados da internet, disse à Reuters nesta quinta-feira uma autoridade federal de segurança.

As instruções para esses dispositivos estão amplamente disponíveis em sites e em propaganda distribuída por grupos militantes islâmicos, incluindo a Al Qaeda e o Estado Islâmico, segundo a fonte e um ex-especialista em bombas do governo federal.

A autoridade federal também disse que os projetos podem ter sido retirados de “The Anarchist Cookbook”, um manual de hackers que data do início dos anos 1970.

Não houve reivindicação de responsabilidade pelos dispositivos, e nenhum deles explodiu.

Autoridades norte-americanas descobriram, nesta quinta-feira, pacotes suspeitos enviados para o ex-vice-presidente Joe Biden e o ator Robert de Niro, um dia após vários democratas graduados e críticos de Trump serem alvos de correspondências semelhantes.

Reportagem de Mark Hosenball

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below