November 7, 2018 / 12:24 PM / a month ago

Mulheres, jovens e hispânicos impulsionaram vitória democrata na Câmara dos EUA, diz pesquisa Reuters/Ipsos

WASHINGTON (Reuters) - Um apoio maior de mulheres, jovens e hispânicos deu aos democratas o impulso que precisavam para assumir o controle da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos na terça-feira, de acordo com uma pesquisa Reuters/Ipsos feita no dia da votação.

Apoiadoras de candidata democrata ao Congresso Harley Rouda em Newport Beach, na Califórnia 06/11/2018 REUTERS/Monica Almeida

Entre as mulheres, 55 por cento disseram ter votado em um democrata para a Câmara neste ano, mais do que as 49 por cento que disseram ter escolhido um democrata nas eleições parlamentares de meio de mandato de 2014.

O eleitorado jovem também pendeu fortemente para os democratas: 62 por cento daqueles com idades entre 18 e 34 anos apoiaram democratas e 34 por cento votaram em republicanos, uma diferença de 28 pontos percentuais.

Foi mais um aumento em relação a 2014, quando 54 por cento dos eleitores jovens escolheram democratas e 36 por cento preferiram republicanos, uma diferença de 18 pontos percentuais.

A maioria de eleitores hispânicos que votaram em candidatos democratas para a Câmara chegou a 33 pontos percentuais, mais do que a vantagem de 18 pontos percentuais que estes tiveram sobre os republicanos quatro anos atrás, mostrou a pesquisa.

Os democratas tomaram o controle da Câmara dos republicanos na terça-feira, mas estes superaram as expectativas nas disputas pelo Senado e ampliaram sua maioria de assentos na Casa.

Todas as 435 cadeiras da Câmara, 35 assentos do Senado de 100 membros e 36 dos 50 governos estaduais estavam em disputa.

No geral os eleitores se mostraram profundamente divididos a respeito do desempenho do presidente Donald Trump, um republicano, e da direção do país. Quando indagados sobre o desempenho de Trump no cargo, 52 por cento disseram desaprová-lo e 44 por cento afirmaram aprová-lo, segundo a sondagem.

Realizada na terça-feira pela internet com base nas respostas de 38.196 pessoas que votaram em 37 Estados, a pesquisa continua e será atualizada durante a contagem de votos.

O levantamento feito no dia da votação revelou uma segmentação entre as eleitoras, que surgiram como um grupo decisivo para os democratas na Câmara, mas se alinharam aos republicanos nas principais corridas para o Senado.

Os eleitores priorizaram três temas na eleição. Segundo a pesquisa, 14 por cento deles apontaram a economia como sua maior preocupação, outros 14 por cento mencionaram a imigração e em terceiro lugar despontaram 13 por cento para os quais o sistema de saúde é o mais importante.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below