November 13, 2018 / 10:51 AM / a month ago

EUA aumentarão sanções para "espremer" o Irã, diz assessor de segurança da Casa Branca

Conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton 26/10/2018 REUTERS/David Mdzinarishvili

CINGAPURA (Reuters) - Os Estados Unidos intensificarão as sanções contra o Irã, disse o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, nesta terça-feira, enquanto Teerã busca maneiras de driblar as restrições ao comércio petrolífero e ao setor bancário do país.

“O objetivo desde o início é reduzir as exportações de petróleo do Irã a zero”, disse Bolton. “Nossa intenção é espremê-los muito forte”.    

Os EUA anunciaram a retomada das sanções no início deste mês, uma vez que o governo do presidente Donald Trump está tentando forçar o Irã a conter seus programas nuclear e de mísseis e também a influência de suas forças no Iêmen, na Síria, no Líbano e em outros países do Oriente Médio.

Oito nações importadoras receberam isenções temporárias dos EUA para continuarem comprando petróleo iraniano quando estes reativaram as sanções, levando o presidente do Irã, Hassan Rouhani, a dizer que Washington não conseguirá reduzir as exportações de petróleo do regime a zero.

Bolton também disse que os EUA aguardarão a conclusão de um inquérito do procurador-geral da Arábia Saudita sobre o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi.

Khashoggi, crítico do príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, foi morto no mês passado por uma equipe de Riad no consulado do reino em Istambul.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below