November 13, 2018 / 12:26 PM / a month ago

Acordo do Brexit é possível em 24 a 48 horas, diz vice de May

Manifestantes participam de protesto anti-Brexit em Belfast REUTERS/Clodagh Kilcoyne

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido e a União Europeia estão muito próximos de um acordo para o Brexit, que pode ser fechado nas próximas 24 a 48 horas, disse o vice da primeira-ministra britânica, Theresa May, nesta terça-feira.

“Ainda não chegamos lá”, disse o ministro-chefe do gabinete britânico e vice de May, David Lidington, à rádio BBC. “Está quase ao alcance das mãos agora. A primeira-ministra disse que não pode ser um acordo a qualquer preço”.

Quando indagado se estava dizendo que é possível se chegar a um pacto nas próximas 24 a 48 horas, ele respondeu: “Ainda é possível, mas não definitivo, acho que resume tudo. Cautelosamente otimista”.

Enquanto as autoridades planejam a maior desfiliação da história do bloco, ainda não está claro se May conseguirá a aprovação de um acordo no Parlamento para o futuro pós-Brexit, uma vez que opositores alertaram que ela está traindo a separação ao submeter o Reino Unido ao jugo da UE.

A libra subiu meio por cento e chegou a 1,2917 dólar após os comentários de Lidington.

A UE quer a aprovação de um esboço do acordo no máximo até o final de quarta-feira para poder realizar uma cúpula neste mês para chancelá-lo. Alguns diplomatas do bloco disseram não ter muita esperança de um avanço nesta semana.

Bruxelas e Londres precisam de um acordo para manter o fluxo comercial entre o maior bloco comercial e a quinta maior economia nacional do mundo, mas May tem tido dificuldade para desfazer quase 46 anos de filiação sem prejudicar o comércio ou contrariar os parlamentares que decidirão o futuro de qualquer pacto.

Faltando menos de cinco meses para a separação, a chamada solução emergencial para a Irlanda do Norte continua sendo a principal pendência. A medida é uma apolice de seguro para evitar a reinstauração de controles na fronteira entre a Irlanda do Norte, uma província britânica, e a Irlanda, membro do bloco, se um futuro relacionamento comercial não for acertado a tempo.

Indagado se o Reino Unido poderia ficar preso a uma solução emergencial contra sua vontade, Lidington respondeu: “A primeira-ministra disse várias vezes, se a solução emergencial chegar a ser usada —não queremos que seja usada— está claro que será algo temporário, não indefinido”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below