November 15, 2018 / 12:41 PM / 25 days ago

Canadá trabalha com China para acordo comercial apesar de cláusula do Nafta

CINGAPURA (Reuters) - O Canadá e a China continuarão a trabalhar juntos para chegar a um “eventual” acordo de livre comércio, disse nesta quinta-feira o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau.

Os esforços ocorrem apesar de o Canadá ser membro do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta), que especifica que, se um de seus parceiros fechar um acordo de livre comércio com um país “de fora do mercado”, como a China, os outros podem se desfiliar em seis meses e criar seu próprio pacto comercial bilateral.

“Esta cláusula não nos impede de fazer o que já estamos fazendo, que de fato é continuar a negociar com a China um acordo de livre comércio eventual”, disse Trudeau em encontro com estudantes da Universidade Nacional de Cingapura.

A cláusula, que causou polêmica no Canadá, se afina com os esforços do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de isolar Pequim economicamente e impedir que empresas chinesas usem o Canadá ou o México como “porta dos fundos” para enviar produtos livres de tarifas aos EUA.

“Existe um elemento de transparência. Temos que manter nossos parceiros informados do que estamos fazendo”, acrescentou Trudeau.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below