November 18, 2018 / 3:59 PM / a month ago

Suspeito de crimes de guerra na África conhecido como 'Rambo' é entregue a tribunal internacional

AMSTERDÃ (Reuters) - Um suspeito de crimes de guerra procurado por acusações de assassinato, deportação e tortura de muçulmanos na República Centro-Africana foi entregue ao Tribunal Penal Internacional em Haia, disse o tribunal.

Autoridades do país transferiram Alfred Yekatom no sábado para autoridades do tribunal internacional, que está analisando mais de seis anos de violência que desestabilizaram a frágil região no coração do continente.

Yekatom, um membro do parlamento apelidado de ‘Rambo’, deixou o país e foi para o centro de detenção do tribunal em Haia nas primeiras horas do domingo, disseram os oficiais.

Yekatom ou qualquer um de seus advogados não respondeu imediatamente.

Uma comissão de inquérito da ONU descobriu que milícias cristãs sob o comando de Yekatom cometeram crimes de guerra e contra a humanidade visando muçulmanos.

“Nós acusamos criminalmente o senhor Yekatom por vários crimes contra a humanidade e de guerra cometidos na República Centro-Africana entre 5 de dezembro de 2013 e agosto de 2014,” disse a procuradora do Tribunal Penal Internacional, Fatou Bensouda. “Agora, ele deve responder por seus atos.”

Por Stephanie van den Berg  

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below