November 25, 2018 / 6:49 PM / 23 days ago

Final da Libertadores é novamente adiada após ataque a ônibus do Boca

BUENOS AIRES (Reuters) - A segunda etapa da final da Copa Libertadores entre River Plate e Boca Juniors foi adiada novamente horas antes do início da partida neste domingo, disseram os organizadores, depois que o Boca alegou que a partida não poderia ser disputada em condições justas para ambas as equipes.

O jogo decisivo estava marcado inicialmente para sábado, mas foi suspenso até domingo, depois que os jogadores do Boca ficaram feridos quando o ônibus foi atacado por torcedores do River fora do estádio Monumental, em Buenos Aires.

“Não queremos desculpas para que as condições não sejam iguais para as duas equipes”, disse Alejandro Dominguez, presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol, Conmebol, na TV. “Queremos que ambas as equipes tenham tempo para se recuperar”.

Mais cedo, o Boca pediu que a segunda rodada da final da Copa Libertadores fosse suspensa, dizendo que o jogo não poderia acontecer em condições iguais para as duas equipes.

Foi a primeira vez que os dois maiores clubes argentinos se encontraram para disputar o título. A partida foi anunciada como a maior final dos 58 anos de história da competição.

Mas a final marcada para sábado será lembrada pela violência que deixou os jogadores sangrando e quase todas as janelas de um lado do ônibus do Boca quebradas.

Por Andrew Downie

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below