November 28, 2018 / 9:17 PM / 18 days ago

Trump diz estar disposto a paralisar governo se não houver financiamento para muro na fronteira

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que estaria “totalmente disposto” a paralisar o governo federal se o Congresso não autorizar 5 bilhões de dólares em recursos para o há muito prometido muro na fronteira entre o país e o México, segundo uma entrevista publicada pelo Politico nesta quarta-feira.

Trump no Mississippi 26/11/2018 REUTERS/Kevin Lamarque

Trump disse ao veículo de notícias que os sugeridos 5 bilhões de dólares pagariam somente a barreira física, e que financiamento adicional seria necessário para outras medidas de segurança de fronteira.

O presidente não cumpriu ameaças prévias de paralisar o governo por conta do financiamento do muro, uma das principais promessas da sua campanha eleitoral de 2016.

Contudo, com a perda em janeiro do controle da Câmara dos Deputados pelos seus partidários republicanos depois das eleições deste ano, não está claro se desta vez Trump recuaria.

Imigração ilegal foi um tema central da campanha presidencial de Trump, e ele repetidas vezes voltou ao assunto na campanha para as eleições parlamentares de 6 de novembro, quando uma caravana de imigrantes da América Central se dirigia para os EUA, e 5.800 soldados foram enviados para a fronteira.

Ele também tem ameaçado fechar completamente a fronteira, um alerta que o ministro do Exterior mexicano, Luis Videgaray, rejeitou nesta quarta.

O uso de gás lacrimogêneo contra imigrantes da América Central na região da fronteira no fim de semana passado provocou a condenação de democratas e outros críticos. O Departamento de Segurança Interna defendeu as ações da polícia, enquanto o México pediu uma investigação sobre o incidente.

Os parlamentares norte-americanos precisam aprovar o projeto de gastos até 7 de dezembro para financiar agências governamentais, incluindo o Departamento de Segurança Interna, que cuida das fronteiras e da imigração.

No ano que vem, os republicanos vão manter o controle do Senado, mas vão precisar de apoio dos democratas para aprovar os recursos.

O presidente do Comitê do Senado sobre Segurança Interna, o republicano Ron Johnson, disse que Trump “merece ter melhores barreiras financiadas”, mas notou que a maior parte dos recursos do governo já foi destinada e que a maioria dos gastos em segurança continuariam sob cláusula de emergência.

“É muito difícil paralisar o governo”, afirmou ele ao canal Fox News.

O colega republicano, Orrin Hatch, afirmou ao canal NBC que os dois lados deveriam ser capazes de encontrar uma solução.

O presidente da Câmara dos Deputados, Paul Ryan, disse que a versão da câmara do projeto de gastos tem previstos os 5 bilhões de dólares pedidos por Trump, mas reconheceu que os democratas, que se recusam a apoiar o muro mas são a favor de outras medidas de segurança de fronteira, terão influência.

“O que teremos que fazer é nos aproximar”, disse à imprensa.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below