January 10, 2019 / 6:26 PM / 11 days ago

Peru chama de volta última diplomata na Venezuela em protesto contra mandato "ilegítimo" de Maduro

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante cerimônia de posse em Caracas 10/01/2019 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

LIMA (Reuters) - O Peru chamou de volta a encarregada de negócios de sua embaixada na Venezuela em protesto ao que classifica de novo mandato “ilegítimo” do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, informou o Ministério das Relações Exteriores peruano em comunicado nesta quinta-feira.

A chancelaria peruana informou ainda que Maduro e outras 100 pessoas ligadas a ele ficarão proibidas de entrar no país.

Maduro começou um segundo mandato nesta quinta, desafiando críticos que o chamam de um usurpador ilegítimo de um país em que o caos econômico levou a uma crise humanitária.

Reportagem de Marco Aquino

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below