February 8, 2019 / 3:01 PM / 10 months ago

Merkel contradiz Trump afirmando que Estado Islâmico não foi derrotado

BERLIM (Reuters) - Longe de ter sido derrotado, o Estado Islâmico na verdade está se tornando uma força de combate assimétrica desde que perdeu quase todos os territórios que já controlou na Síria, disse a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, nesta sexta-feira.

Merkel, em evento em Berlim 8/2/2019 REUTERS/Michele Tantussi

Os comentários de Merkel, feitos durante a inauguração da sede da agência de inteligência estrangeira alemã (BND) em Berlim, contradizem declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, segundo o qual o grupo militante islâmico foi vencido.

“O chamado Estado Islâmico por sorte foi expulso de seus territórios, mas isso infelizmente não significa que o Estado Islâmico desapareceu”, disse Merkel. “Ele está se transformando em uma força de combate assimétrica. E isso, é claro, é uma ameaça.”

A chanceler conservadora disse que monitorar os eventos na Síria é uma das maiores prioridades da BND, o que inclui rastrear ameaças cibernéticas e notícias falsas concebidas para influenciar eleições democráticas.

Na quarta-feira Trump disse que espera, já para a próxima semana, um anúncio formal de que a coalizão que combate os militantes recuperou todos os territórios antes ocupados. Em dezembro ele tuitou que o grupo havia sido “derrotado”.

Trump quer retirar as tropas dos EUA da Síria até o final de abril, um plano que alarmou aliados europeus que temem que o Estado Islâmico ressurja em solo sírio na ausência de um plano de paz viável para acabar com a guerra civil do país.

“Continuamos muito longe da paz na Síria”, afirmou Merkel, adorada pelos mais de 550 mil sírios que encontraram refúgio na Alemanha depois que ela decidiu abrir as fronteiras da nação a quase um milhão de postulantes a asilo em 2015.

A nova sede da BDN abrigará os 4 mil funcionários da agência, que terão que se transferir de suas instalações próximas de Munique.

A grande estrutura erguida no distrito de Mitte da capital alemã demorou mais de 10 anos para ser finalizada e custou mais de 1,4 bilhão de euros, noticiou a mídia alemã.

O edifício ocupa uma área de 10 hectares e tem cerca de 260 mil metros quadrados de escritórios.

Reportagem adicional de Sabine Siebold

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below