February 12, 2019 / 9:00 PM / 10 months ago

Trump está insatisfeito com acordo parlamentar, mas não prevê nova paralisação

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mostrou insatisfação nesta terça-feira com o acordo no Congresso sobre orçamento para a segurança de fronteira do país, que não inclui recursos para seu prometido muro, mas não o rejeitou de imediato e indicou que não prevê nova paralisação do governo.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mostra foto de um projeto para o muro na fronteira. 11/1/2019. REUTERS/Leah Millis -

Trump, que desencadeou uma paralisação de 35 dias de cerca de um quarto do governo federal, exigindo do Congresso 5,7 bilhões de dólares para ajudar a construir o muro na fronteira com o México, disse que ainda não decidiu se apoiará o acordo firmado na segunda-feira entre democratas e republicanos.

O financiamento do Departamento de Segurança Interna, do Departamento de Justiça e de uma série de outras agências expirará na sexta-feira, sob um projeto orçamentário temporário aprovado pelo Congresso no mês passado para encerrar a maior paralisação federal da história dos EUA.

“Eu tenho que estudá-lo. Não estou feliz com ele”, disse Trump a repórteres na Casa Branca, em referência ao acordo orçamentário preliminar, que ainda precisaria ser aprovado pela Câmara dos Deputados, controlada por democratas, pelo Senado, controlado por republicanos, e sancionado por ele.

O acordo preliminar inclui recursos para segurança de fronteira e para as partes afetadas do governo, financiadas até 30 de setembro, o final do ano fiscal.

O presidente republicano enviou mensagens contraditórias sobre uma nova paralisação.

“Não acho que vocês verão uma paralisação”, disse Trump, mas acrescentou: “Se houvesse, seria culpa dos democratas”.

Parlamentares republicanos têm se mostrado pouco dispostos a enfrentar uma nova paralisação após serem fortemente criticados pela anterior.

Os comentários do líder da maioria do Senado, Mitch McConnell, sobre o acordo alcançado de segunda-feira deixaram pouca dúvida de que o principal republicano do Congresso quer que Trump apoie os termos.

O principal democrata do Senado, Chuck Schumer, foi mais direto, dizendo, “Eu peço veementemente que o presidente sancione isso”.

Fontes do Congresso dizem que o acordo inclui 1,37 bilhão de dólares para novas cercas ao longo de 90 km da fronteira sul dos EUA, mas apenas para modelos já usados. O termos também abordam a capacidade de instalações para detenção de imigrantes, especificamente o número de camas para pessoas que aguardam uma possível deportação.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below