March 5, 2019 / 4:58 PM / 7 months ago

Segunda ministra canadense renuncia após escândalo em golpe a premiê Trudeau

OTTAWA (Reuters) - O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, sofreu um golpe duro quando uma segunda integrante de seu gabinete renunciou na segunda-feira, dizendo que perdeu a confiança na maneira como o governo tem lidado com um escândalo político crescente.

A saída da recém-indicada presidente do Conselho do Tesouro, Jane Philpott, que estava a cargo das despesas gerais do governo, priva Trudeau de mais uma ministra poderosa a poucos meses de uma eleição que, segundo pesquisas, ele pode perder.

Jane expressou insatisfação com a reação do governo a alegações de que autoridades pressionaram indevidamente a ex-ministra da Justiça Jody Wilson-Raybould no ano passado a ajudar a empreiteira SNC-Lavalin Group a evitar um julgamento por corrupção.

“Infelizmente, perdi a confiança na maneira como o governo tem lidado com esta questão e como tem reagido às questões apontadas”, disse ela em um comunicado.

Trudeau disse em um comício do Partido Liberal em Toronto que está decepcionado, mas que entende por que ela se demitiu.

Jane é amiga próxima de Jody, que renunciou em 12 de fevereiro após ter sido dispensada em janeiro. Jody afirmou na semana passada estar convencida que sua recusa em ajudar a SNC-Lavalin estava por trás de sua saída.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below