March 13, 2019 / 11:51 PM / 6 months ago

Senador republicano diz que votará para encerrar declaração de emergência de Trump

Por Amanda Becker e Richard Cowan

WASHINGTON (Reuters) - O Senado dos Estados Unidos parece pronto para aprovar uma proposta para por fim à declaração do presidente do país, Donald Trump, sobre uma emergência na fronteira sul do país, apesar de sua ameaça de vetar a medida e de forte pressão de seus colegas republicanos.

O senador republicano Mike Lee, que buscava um segundo projeto de lei que manteria a declaração de emergência em vigor temporariamente, disse nesta quarta-feira que a Casa Branca afirmou que Trump não apoiaria sua proposta, e que então ele votará na quinta-feira para encerrar a declaração de emergência.

“Por décadas, o Congresso tem dado demasiado poder legislativo ao braço executivo”, disse Lee em comunicado. “Eu votarei para encerrar a mais recente declaração de emergência”.

O parlamentar do Estado de Utah foi o quinto senador republicano a dizer que irá apoiar uma medida aprovada pela Câmara dos Deputados, controlada por democratas, para encerrar a declaração de Trump. No Senado de 100 assentos, o voto de ao menos quatro republicanos é necessário para aprovar a medida, junto com o de todos os 45 democratas e o de dois independentes.

Dada à ameaça de Trump de vetar a legislação, é improvável que ela se torne lei.

“Veremos se eu precisarei ou não realizar o veto. E será, eu acho, tudo muito bem-sucedido, independentemente de como tudo acontecer, mas será muito bem-sucedido”, disse Trump a repórteres nesta quarta-feira.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below