March 28, 2019 / 10:33 PM / 5 months ago

Ex-técnico de futebol feminino de Yale se declara culpado em escândalo de compra de vagas

BOSTON (Reuters) - O ex-técnico de futebol feminino da Universidade de Yale admitiu nesta quinta-feira ter aceitado suborno para ajudar pais a conseguir vagas para seus filhos na prestigiosa escola, tornando-se a terceira pessoa a se declarar culpada no escândalo de compra de vagas de faculdades dos Estados Unidos.

Rudolph “Rudy” Meredith, cuja cooperação ajudou os investigadores a identificar o idealizador do abrangente esquema, declarou-se culpado de conspiração e fraude no tribunal federal de Boston.

Ele está entre 50 pessoas, incluindo as atrizes Lori Loughlin e Felicity Huffman, acusadas de participar do esquema liderado por Rick Singer, responsável por um serviço de orientação para admissão em universidades.

Procuradores disseram que Singer cobrava altas taxas de pais ricos e depois usava subornos e trapaças para garantir ilegalmente a admissão dos filhos em faculdades incluindo Yale, a Universidade do Sul da Califórnia e a Universidade de Georgetown.

Cerca de 25 milhões de dólares foram pagos a técnicos, incluindo Rudolph Meredith, que ajudavam os clientes de Singer a conseguir vagas para seus filhos como falsos atletas, disseram os procuradores.

Singer também facilitou fraudes em exames de admissão para universidades, segundo procuradores. Ele se declarou culpado em 12 de março de acusações incluindo conspiração para extorsão, e está cooperando com os investigadores.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below