April 9, 2019 / 11:48 AM / 6 months ago

Israelenses vão às urnas para decidir possível recorde de mandatos para Netanyahu

JERUSALÉM (Reuters) - Os eleitores israelenses começaram a votar, nesta terça-feira, em uma eleição que pode garantir ao primeiro-ministro conservador Benjamin Netanyahu o recorde de um quinto mandato ou destroná-lo diante de um ex-general que prometeu um governo limpo e coesão social.

Combinação de fotos dos candidatos na eleição de Israel Benny Gantz (esquerda) e Benjamin Netanyahu em locais de votação 09/04/2019 REUTERS/Nir Elias, Ariel Schalit/Pool via REUTERS

Os locais de votação foram abertos às 7h (horário local) em todo o país e serão fechados às 22h. Entretanto, o vencedor não deve ser decidido imediatamente, uma vez que nenhum partido jamais conseguiu maioria absoluta no Parlamento de 120 lugares, o que significa que dias ou mesmo semanas de negociações devem estar por vir.

Apelidado de “Rei Bibi”, Netanyahu, de 69 anos, reuniu uma direita fortalecida contra os palestinos e fez campanha defendendo um política externa israelense firme, que é fruto de seus laços com o governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Mas a esperança do líder do partido Likud de ultrapassar o fundador de Israel, David Ben-Gurion, como primeiro-ministro com mais tempo no cargo, em julho, foi prejudicada por uma acusação de corrupção. Netanyahu nega qualquer irregularidade.

Críticos alertam sobre “a fadiga de Bibi” e argumentam que a eleição parlamentar deve trazer novos rostos para o alto escalão.

Logo abaixo de Netanyahu nas pesquisas de opinião está Benny Gantz, ex-chefe das Forças Armadas e novo rosto político do centro. Apoiado por outros dois ex-generais no topo de seu partido, o Azul e o Branco, Gantz, de 59 anos, tentou questionar a autoproclamada imagem de Netanyahu como inigualável no que diz respeito à segurança nacional.

Antes de votar, Netanyahu postou um link no Twitter e no Facebook e pediu que os eleitores entrassem em contato.

“Nesta manhã, estou pedindo para falar com você, pessoalmente, através do ‘messenger’. Basta um clique no link. Estou esperando”, disse ele.

Gantz, adotando uma abordagem diferente, compartilhou um vídeo de si mesmo no local de votação ao som de uma música, sem nenhum comentário direto. O líder de seu partido, Yair Lapid, postou um vídeo praticando “kickboxing”, com uma nota dizendo que estava “lutando por cada voto”.

Após a eleição, o presidente de Israel, Reuven Rivlin, irá consultar os líderes de cada partido representado no Knesset, o Parlamento israelense, e escolher a pessoa que julga ter a melhor chance de constituir um governo.

Reportagem adicional de Rami Ayyub, em Rosh HaAyin, e Rahaf Ruby e Stephen Farrell, em Jerusalém

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below