April 9, 2019 / 2:18 PM / 4 months ago

Comitê eleitoral da Turquia rejeita pedido por recontagem em distritos de Istambul

Cartazes de candidato do AKP à prefeitura de Istambul, Binali Yildirim, ao lado de presidente Tayyip Erdogan 01/04/2019 REUTERS/Murad Sezer/File Photo

ISTAMBUL (Reuters) - A Junta Suprema Eleitoral da Turquia (YSK) rejeitou um pedido do partido AKP, do presidente Tayyip Erdogan, para recontar todos os votos em 31 distritos de Istambul, disse um membro do órgão nesta terça-feira, mas a legenda prometeu contestar a decisão.

Na segunda-feira, Erdogan afirmou que a eleição municipal de Istambul foi marcada pelo “crime organizado”, levantando a possibilidade de refazer a votação de 31 de março na cidade, cujo resultado mostrou uma pequena maioria de votos para o principal partido da oposição.

O representante do AKP na Junta Suprema Eleitoral, Recep Ozel, disse a repórteres que o conselho havia concordado em recontar apenas 51 urnas, espalhadas por 21 dos 39 distritos da cidade. Um total de 350 eleitores são atribuídos a cada urna.

O vice-presidente do AKP, Ali Ihsan Yavuz, disse posteriormente que seu partido contestaria a decisão de rejeitar uma recontagem. “Iremos mais uma vez à YSK usando o método de um recurso extraordinário”, escreveu ele no Twitter.

Segundo Erdogan, a escala de irregularidades eleitorais que seu partido havia descoberto significa que a margem de votos entre os dois principais candidatos de Istambul, atualmente em menos de 15 mil em uma cidade de 10 milhões de eleitores, era apertada demais para que a oposição reivindicasse a vitória.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below