April 18, 2019 / 11:32 PM / in 7 months

Morteiros atingem subúrbio de Trípoli após duas semanas de combate

Membros da força líbia reconhecida internacionalmente são vistos em Al-Swani, perto de Trípoli, Líbia. 18/4/2019. REUTERS/Ahmed Jadallah -

AL-SUANI, Líbia/TRÍPOLI (Reuters) - Morteiros explodiram em um subúrbio de Trípoli nesta quinta-feira, quase atingindo uma clínica e intensificando o sofrimento da população após duas semanas de uma ofensiva por tropas do leste contra a capital da Líbia, que é controlada por um governo internacionalmente reconhecido.

O bombardeio também pôde ser ouvido tarde da noite em partes de Trípoli, segundo moradores. Nenhum detalhe adicional estava disponível de imediato.

O bombardeio aconteceu um dia depois que sete pessoas foram mortas quando misseis Grad atingiram um distrito altamente povoado de Trípoli, que as forças do leste da Líbia, do comandante Khalifa Haftar, têm tentado tomar, aprofundando o caos que tem abalado o país produtor de petróleo desde 2011.

O Exército Nacional Líbio (LNA) de Haftar, com sede em Benghazi, tem estado preso nos subúrbios sul da capital.

Em al-Suani, um subúrbio do sudoeste, repórteres da Reuters viram dois morteiros quase atingindo uma clínica.

Desde o início da ofensiva, o combate já deixou 205 mortos, incluindo 18 civis, e 913 feridos, afirmou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira.

Moradores culparam as forças de Haftar pelo bombardeio, dizendo que os mísseis foram lançados da direção de suas posições ao sul da capital. O LNA tem negado bombardear áreas residenciais.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below