April 30, 2019 / 1:53 PM / in 5 months

México teme "banho de sangue" e pede diálogo na Venezuela após Guaidó convocar população às ruas

Militar atira bomba de gás lacrimogêneo próximo à base aérea La Carlota em Caracas 30/04/2019 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O governo do México manifestou nesta terça-feira sua preocupação pela situação na Venezuela e disse que teme uma “possível escalada da violência e derramamento de sangue”, depois que o líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, convocou o povo às ruas buscando a saída do presidente Nicolás Maduro do poder.

Guaidó, que foi reconhecido por dezenas de países como “presidente interino” do país petroleiro, convocou nesta terça-feira militares e civis a buscar o “fim definitivo” do governo de Maduro em uma base aérea rodeado de soldados, políticos e manifestantes.

“O governo do México segue atentamente a situação que está ocorrendo na Venezuela e expressa sua preocupação com uma possível escalada de violência e derramamento de sangue que podem ocorrer derivados destes eventos”, disse a chancelaria mexicana em um comunicado.

“O México reitera seu desejo e compromisso em encontrar uma solução pacífica, democrática e mediante diálogo para esta crise, privilegiando em todo momento o respeito irrestrito aos direitos humanos”, acrescentou.

Além disso, a secretaria de Relações Exteriores assegurou que está realizando consultas com 16 países do chamado “Mecanismo de Montevideo”, que inclui Uruguai e outros países centroamericanos, para “encontrar uma rota comum” para a situação na Venezuela.

Por Diego Oré

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below