April 30, 2019 / 1:58 PM / 7 months ago

Nova Zelândia encontra possível artefato explosivo e prende homem em Christchurch

WELLINGTON (Reuters) - A polícia da Nova Zelândia disse nesta terça-feira que um homem foi preso e que um esquadrão antibombas encontrou um pacote com um possível artefato explosivo em uma propriedade desocupada de Christchurch, onde 50 pessoas morreram durante ataques de um atirador solitário em duas mesquitas em março.

Policiais isolaram ruas da área de Phillipstown da cidade, situada na Ilha Sul da Nova Zelândia, e um esquadrão antibombas, ambulâncias, bombeiros e equipes de emergência foram enviados ao local.

“A polícia localizou um pacote contendo um possível artefato explosivo e munição em um endereço desocupado... de Christchurch”, disse o superintendente e comandante policial John Price em um comunicado.

Um esquadrão antibombas neutralizou o pacote, e um morador de 33 anos de Christchurch foi preso, segundo o comunicado. A interdição da polícia foi suspensa mais tarde.

O New Zealand Herald disse que a polícia foi chamada devido a “ameaças sobre um artefato explosivo”.

Cinquenta pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas nos ataques contra as mesquitas de Al Noor e Linwood durante as orações de sexta-feira em Christchurch no dia 15 de março, o pior ataque a tiros no país em tempos de paz. O incidente desta terça-feira ocorreu a cerca de um quilômetro da mesquita de Linwood.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below