May 2, 2019 / 4:29 PM / 4 months ago

Ascensão de Biden na corrida para 2020 alerta Trump e irrita aliados do presidente

WASHINGTON (Reuters) - A ascensão rápida de Joe Biden como favorito para a indicação presidencial democrata para a corrida de 2020 chamou a atenção do presidente Donald Trump e irritou alguns de seus aliados, que acreditam que Biden é um rival potencialmente perigoso.

Pré-candidato democrata à Presidência dos EUA Joe Biden durante evento de campanha em Iowa 02/05/2019 REUTERS/Jonathan Ernst

Biden passou de incógnita para favorito entre os muitos pré-candidatos democratas poucos dias depois de anunciar sua candidatura na semana passada, distanciando-se do senador Bernie Sanders e de vários outros concorrentes nas pesquisas de opinião.

Uma pesquisa da CNN deu a Biden uma vantagem de 15 pontos entre os 20 postulantes democratas.

Alguns conselheiros de Trump veem o ex-vice-presidente, que tem apelo junto à classe trabalhadora, como um oponente duro nos três Estados que deram uma vitória improvável a Trump em 2016: Michigan, Wisconsin e Pensilvânia.

Perder qualquer um destes Estados em 2020 tornaria o caminho para a reeleição de Trump mais problemático.

“Eles acham que estão encrencados ali e acham que ele é uma ameaça real”, disse um conselheiro externo de Trump, que falou sob condição de anonimato.

A reação inicial de Trump à entrada de Biden na disputa foi usar um truque gasto – dar-lhe um apelido, no caso “Joe Biden Sonolento” – e insultar sua inteligência.

“Conheci Joe ao longo dos anos”, disse Trump à rede Fox News. “Ele não é a lâmpada mais brilhante do grupo, não acho, mas tem um nome que eles conhecem.”

Mais tarde na quarta-feira, Trump expressou raiva no Twitter ao saber que o maior sindicato de bombeiros dos EUA endossou Biden, inclusive postando dezenas de retuítes de supostos bombeiros e seus amigos e familiares em que estes declaram apoio ao presidente republicano ou criticam Biden.

Apesar de seu foco em Biden, alguns dos amigos de Trump disseram que ele não parece particularmente preocupado com o rival, ao menos a esta altura, dado que as primeiras votações do processo de indicação só ocorrerão no início do ano que vem.

Kellyanne Conway, conselheira da Casa Branca, minimizou a ideia de que Trump vê Biden como a principal ameaça.

Aliados de Trump disseram que Biden, vice de seu antecessor, Barack Obama, ainda pode ser engolido pela concorrência grande e diversificada de rivais democratas, muitos deles à esquerda de Biden e debatendo políticas como aumentos de impostos para os norte-americanos mais ricos e planos de saúde administrados pelo governo.

Reportagem adicional de Jeff Mason e Makini Brice

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below