May 2, 2019 / 10:35 PM / 5 months ago

Papa Francisco deveria visitar a Argentina para se encontrar com vítimas de abuso, dizem grupos de defesa

01/05/2019 REUTERS/Yara Nardi

BUENOS AIRES (Reuters) - O papa Francisco deveria visitar a Argentina para se encontrar com as vítimas de abuso sexual da Igreja Católica e para intervir por eles, disseram grupos internacionais que combatem o abuso clerical nesta quinta-feira. 

“Se o papa Francisco não fizer valer a tolerância zero (em relação aos abusos) na Argentina, ele não conseguirá fazê-lo em nenhum outro lugar”, disse Peter Isely, um membro fundador de uma organização que busca o fim do abuso da parte do clero, em uma entrevista coletiva em Buenos Aires. 

Representantes do website BishopAccountability.org e indivíduos que já processaram a igreja na Argentina alegando abusos sexuais também estavam presentes. 

O papa Francisco, primeiro pontífice latino-americano, é o ex-arcebispo de Buenos Aires, mas não visita seu país natal desde que se tornou Papa em 2013. 

No vizinho Chile, a Igreja Católica se viu envolvida em um escândalo após a visita do papa no ano passado que trouxe à tona uma série de acusações de abuso que agora são investigadas por promotores criminais. 

O Vaticano, enquanto isso, trabalha em um documento papal que estabelecerá procedimentos para os católicos reportarem bispos suspeitos de abuso sexual ou de negligência em casos de abuso sexual. 

Reportagem de Juan Bustamante

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below