May 6, 2019 / 8:56 PM / 7 months ago

Cientistas pedem a políticos que encerram subsídios agrícolas e ao petróleo para salvar planeta

LONDRES (Reuters) - Robert Watson escolheu seus acessórios favoritos para entregar o mais severo alerta já feito pela comunidade científica sobre o acelerado declínio dos sistemas de suporte à vida da Terra: uma gravata com um padrão de dodôs e abotoaduras com desenhos de pequenos relógios.

Cientista Robert Watson durante entrevista à Reuters em Paris 06/05/2019 REUTERS/Charles Platiau

Figura de liderança na rede de especialistas internacionais que avalia as ameaças conjuntas representadas por mudança climática e perda de espécies, Watson usa os símbolos para lembrar o público de que não há nenhum motivo especial pelo qual os seres humanos não devem compartilhar do destino da ave, declarada extinta no fim do século 17.

Mas o cientista ambiental britânico nem sempre é tão sútil.

Horas antes do lançamento em Paris nesta segunda-feira do maior esforço científico de documentar a acentuada perda mundial de plantas e animais, Watson pediu que governos cortem centenas de bilhões de dólares em subsídios anuais para companhias dos setores de agricultura, mineração, pesca e combustíveis fósseis, cujas operações estão impulsionando a crise de extinção.

“Nós precisamos reduzir e eliminar subsídios prejudiciais”, disse Watson, que foi presidente do Painel Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços de Ecossistemas (Ipbes, na sigla em inglês), um órgão científico com 130 países, enquanto o relatório era produzido.

“Nós realmente precisamos pensar sobre qual é o sistema econômico que será muito mais sustentável no futuro.”

O relatório concluiu que subsídios globais de 345 bilhões de dólares para combustíveis fósseis resultaram em 5 trilhões de dólares em custos em geral, quando os danos ao mundo natural são levados em consideração.

A maioria das dezenas de bilhões de subsídios de pesca no mundo contribuíram para elevar ou manter frotas de pesca, levando à sólida destruição de estoques de peixes, mostrou o relatório.

Os 145 especialistas que assinam o relatório pediram que governos usem dinheiro economizado com o corte de subsídios para incentivar técnicas agrícolas que possam regenerar ecossistemas locais.

Isso ajudaria tanto a restaurar a descrescente vida selvagem quanto a sequestrar emissões de carbono, segundo o relatório.

Reportagem adicional de Gus Trompiz em Paris

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below