May 21, 2019 / 4:44 PM / 4 months ago

Forças de segurança do Egito matam 16 militantes suspeitos no Sinai

Forças militares egípcias na província do Norte do Sinai em foto de dezembro de 2017 01/12/2017 REUTERS/Mohamed Abd El Ghany

CAIRO (Reuters) - Forças de segurança do Egito mataram 16 militantes suspeitos no Sinai do Norte e encontraram um esconderijo com armas e explosivos, informou o Ministério do Interior em um comunicado nesta terça-feira.

O comunicado dizia que os militantes planejavam “ataques terroristas contra importantes instituições e autoridades em diferentes lugares de Alarixe”, capital da província do Sinai do Norte.

O ministério declarou que os suspeitos foram mortos em “confrontos militares”, mas não revelou suas identidades ou se houve mortes entre as forças de segurança. Também não informou quando os conflitos aconteceram.

O Egito vem lutando contra militantes islâmicos há muito tempo, que travaram uma insurgência que matou centenas de soldados, policiais e moradores na parte norte da Península do Sinai.

Organizações que defendem os direitos humanos acusaram o país de efetuar execuções extrajudiciais e julgar civis em tribunais militares como parte da repressão.

O presidente Abdel Fattah al-Sisi diz que fortes medidas de segurança são necessárias para estabilizar o Egito após a desordem que seguiu o levante de 2011 no país.

Reportagem de Haitham Ahmed

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below