May 29, 2019 / 12:41 PM / 6 months ago

Conselheiro de segurança dos EUA diz que Irã pode ter usado minas contra navios petroleiros

ABU DHABI (Reuters) - O conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, disse nesta quarta-feira que minas navais “quase certamente do Irã” foram usadas para atacar navios petroleiros no litoral dos Emirados Árabes Unidos neste mês, e alertou o governo iraniano a evitar novas operações.

Conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, John Bolton, em Washington 27/03/2019 REUTERS/Jonathan Ernst

Bolton disse que a abordagem “prudente e responsável” dos EUA, que reforçaram sua presença militar na região, deixou claro ao Irã e seus representantes que tais ações estão sujeitas a uma reação norte-americana “muito forte”.

O auxiliar do presidente Donald Trump conversou com repórteres em Abu Dhabi antes de cúpulas de emergência de líderes árabes que se reunirão na Arábia Saudita na quinta-feira após serem chamados para debater as implicações dos ataques aos navios e os ataques de drone a unidades de produção de petróleo do reino dois dias mais tarde.

Os Emirados ainda não culparam ninguém pela sabotagem das quatro embarcações, incluindo dois navios-tanque sauditas, perto do emirado de Fujairah, um grande polo de abastecimento de navios nas proximidades do Estreito de Hormuz.

A Arábia Saudita acusou o Irã de ordenar os ataques de drone, que foram reivindicados pelo houthis, aliados do Irã que estão combatendo uma coalizão liderada pelos sauditas no Iêmen em um conflito de quatro anos que é visto como uma guerra indireta entre a Arábia Saudita e o Irã.

O Irã negou envolvimento nos dois ataques.

“Acho que está claro que estes (ataque aos navios-tanque) foram minas navais quase certamente do Irã”, disse Bolton. “Não há dúvida na mente de ninguém em Washington de quem é responsável por isto, e acho que é importante que a liderança do Irã saiba que nós sabemos”.

O Irã não respondeu de imediato aos comentários de Bolton, que não ofereceu provas em apoio à sua afirmação.

O funcionário dos EUA não quis comentar os detalhes de uma investigação dos ataques da qual EUA, França, Noruega e Arábia Saudita participam, mas disse que os países e os proprietários dos navios podem fazê-lo.

Uma barcaça dos Emirados e um navio-tanque de derivados de petróleo registrado na Noruega também foram atingidos. A França tem uma base naval em Abu Dabi.

Bolton disse que os ataques aos navios-tanque têm relação com o ataque às estações de bombeamento de petróleo do oleoduto Leste-Oeste saudita e um ataque de foguete contra a Zona Verde da capital iraquiana, Bagdá.

As tensões entre o Irã e os EUA aumentaram desde que Washington enviou um grupo de porta-aviões e bombardeiros e anunciou planos para enviar 1.500 soldados ao Oriente Médio, provocando temores de um conflito.

Reportagem adicional de Asma Alsharif e da redação de Dubai

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below