May 29, 2019 / 3:41 PM / 4 months ago

Esposa de Netanyahu faz acordo em caso de fraude de refeições

Sara Netanyahu 11/12/2018 REUTERS/Luis Echeverria

JERUSALÉM (Reuters) - Sara, esposa do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fez um acordo em um caso de fraude sobre o suposto uso indevido de fundos estatais para o fornecimento de refeições, disse a Rádio Israel nesta quarta-feira.

Pelo acordo, ela pagará ao Estado o equivalente a 45 mil shekels (12.400 dólares) de reembolso e uma multa de 10 mil shekels admitindo culpa por uma acusação menor, disse a reportagem.

Segundo o indiciamento original, Sara Netanyahu e um empregado do governo obtiveram do Estado, de maneira fraudulenta, mais de 100 mil dólares de refeições fornecidas por restaurantes, driblando regulamentos que proíbem a prática se houver um cozinheiro empregado em casa.

O acordo foi fechado graças a um processo de mediação de seis meses e entrará em vigor depois que for ratificado por um juiz, noticiou a rádio.

Um porta-voz da família Netanyahu se recusou a comentar, e procuradores não estavam disponíveis de imediato para comentar.

O próprio premiê está envolvido em problemas legais —três casos de corrupção nos quais nega irregularidades— e uma crise política que pode forçá-lo a convocar uma nova eleição nacional ainda nesta quarta-feira.

Em fevereiro, o procurador-geral de Israel disse que pretende apresentar acusações de fraude e suborno contra Netanyahu aguardando uma audiência pré-julgamento. A sessão está marcada para outubro.

Por Jeffrey Heller

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below