June 1, 2019 / 1:56 PM / 3 months ago

Servidor público mata 12 pessoas dentro de prédio em Vírginia Beach

VIRGÍNIA BEACH (EUA) (Reuters) - Um servidor da prefeitura abriu fogo contra seus colegas em um edifício da administração municipal da cidade de Virgínia Beach na tarde de sexta-feira, matando 12 pessoas e ferindo pelo menos outras quatro, antes de ser morto pela polícia.

O atirador foi identificado como DeWayne Craddock, engenheiro municipal, apontado pela polícia como um servidor “insatisfeito”.

O ataque foi o maior desde novembro de 2018, quando um homem matou 12 pessoas em um bar em Los Angeles e depois se matou.

De acordo com o chefe de polícia de Virgínia Beach, o suspeito estava armado com uma pistola calibre 45 equipada com um silenciador e com vários cartuchos de munição, usados por ele para recarregar a arma várias vezes durante o ataque.

Sobreviventes relatam cenas de caos e medo, com trabalhadores correndo freneticamente em busca de abrigo.

“Nós ouvimos pessoas gritando para que nos escondêssemos e colocamos as mesas contra a porta porque não sabíamos se ele estava vindo. Estávamos rezando para que acabasse logo e aí ouvimos os policiais gritando nas escadas”, contou Megan Banton, uma servidora, ao canal de tevê WAVY-TV.

O chefe de polícia contou ainda que o atirador manteve um longo tiroteio com quatro policiais que o enfrentaram dentro do prédio, evitando que ele matasse mais pessoas. O atirador foi atingido pelos policiais e declarado morto no hospital.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below